Padecendo no paraíso

Ou como estão sendo os primeiros dias. Ou minha versão de:

Isso a Globo não mostra.

Chegamos na quinta-feira com todas aquelas malas em nossa casinha provisória. (Alugamos um flat mobiliado por dois meses, enquanto procuramos um lugar para morar em definitivo.) Mas quando abrimos a porta… oi? Não foi este apartamento que reservamos. Eu tinha visto por fotos e me programado pra ele. No atual não havia armários no banheiro, nem guarda-roupa, além de a geladeira ser bem pequena.

Falei com o proprietário e resolvemos o mal-entendido, mas o flat reservado de fato só seria liberado na terça. Ou seja: nada de desfazer as malas até lá. Ok, vamos exercer o minimalismo desde já: usar o mínimo de coisas, repetir roupa e sandália, beleza.

Sem que isso nos abatesse, fomos dar uma volta e pegar o pôr do sol na praia do Centro. Mas que praia? A maré estava altíssima e não tinha faixa de areia. E que pôr do sol? O sol estava atrás de muitas nuvens e não ia dar pra ver nada. Mas, ei, showzinho no bar de frente pro mar! Woohoo! Reggaezinho de leve pra nos dar as boas-vindas, petiscos deliciosos, água de coco… E um susto.

Estou lá relaxadona quando vejo um funcionário um pouco à frente da nossa mesa lutando contra alguma coisa com a vassoura. Ah, deve ser uma barata, normal. Só que a luta estava demorando um pouco… que raio de barata é essa? Olhei por debaixo da mesa e uou! Dei um salto pro lado quando percebi que a barata na verdade era a maior aranha que eu já vi na vida! E olha que eu morei em Petrópolis e já vi muito bicho grande e bizarro. Mas esta parecia uma daquelas australianas de tão grande, envolvendo a vassoura com as patas peludas… Pense num pavor!!!

Aranha colossal devidamente removida, continuamos a assistir o show, concentração comprometida, obviamente, mas, deixa pra lá…

Eu tô na Pipaaaaaa!

Passeamos pelo centrinho, espantados por ver como a cidade está cheia na tal baixa temporada. Mas o dia foi puxado e eu estava mesmo era doida pra me jogar na cama e descansar. Rá. Isso se os vizinhos deixassem. Um grupinho estava com o som na maior altura, berrando sem parar, e assim permaneceu até altas horas da madrugada.

Sério, esse lugar tá me testando.

A gente já tinha se hospedado no mesmo lugar ano passado, fora da baixa temporada, e não teve problemas. Aí, vendo uns grupos locais no Facebook, eu entendi tudo. No sábado ia rolar nada menos que UMA RAVE. A cidade estava cheia por causa disso — e cheia de gente especialmente barulhenta, né.

No sábado precisávamos ir à praia: tirar a zica e lavar a alma. E assim fizemos. Passamos o dia na praia do Amor, que, normalmente agitada, estava linda e maravilhosa. E ainda bem que aproveitamos…

Porque domingo, segunda e terça choveu horrores. E andando pra lá e pra cá descobrimos o único trecho que realmente ficava alagado depois de a chuva parar: a parte da rua em frente ao nosso prédio.

Juro.

Eu poderia estar postando só sobre o lado bom disso tudo aqui, mas se podemos dar umas risadas com as derrotas, por que não? Não me aguento. Vocês são como eu, sempre desconfiam daqueles relatos de experiências perfeitas e irretocáveis? Pois aqui não, meus amigos!

Aqui é vida real!

Ontem finalmente nos mudamos pro apartamento combinado e estamos tentando montar alguma rotina enquanto visitamos possíveis lugares para morar. Estamos caminhando bastante, tomando muita água de coco e absorvendo toda a vitamina D necessária.

Ah, e hoje fiz meu primeiro sabão líquido caseiro, firme na missão de usar produtos mais naturais para os cuidados com a casa — e também reduzir o plástico. Segui a receita da Cristal, do blog Uma vida sem lixo. Foi muito fácil. Deem uma olhada aqui.

Encerro pedindo desculpas pelas falhas no blog. Nunca mexi nisso e estou aprendendo aos poucos. Para terem uma ideia, eu resolvi domínio, hospedagem, escrevi o primeiro texto e postei, tudo num dia só. Então ainda estou descobrindo como divulgar melhor e como facilitar a vida de quem quer acompanhar os posts.

Por enquanto, vocês podem se inscrever aqui no site para receber o aviso por e-mail quando tiver texto novo. Ou seguir a página Projeto Vida Minimalista no Facebook para acompanhar as atualizações e as fotos enquanto não crio a conta no Instagram.

E aproveito para agradecer pelas visualizações, curtidas e comentários. Muito legal esse feedback!

“Feito é melhor que perfeito.”

lema de Sheryl Sandberg, COO do Facebook e autora do livro Faça acontecer

11 comentários sobre “Padecendo no paraíso

  1. Muito bom!
    Com humor, você sai do previsível e desmonta a ideia ilusória de que existe algum local perfeito neste planeta.
    O que pode se aproximar do perfeito é a forma com que olhamos os fatos.

  2. Acabei tomando conhecimento de tudo somente hoje, Melzita (acesso muito pouco o Facebook e nem “scrollo” tanto, acabo perdendo muitos posts). Mas já tratei de ler todos os textos do blog e fico muito feliz de saber que encontraram esse norte para a vida de vocês e que estão conseguindo implementar um projeto dessa magnitude (ainda que em direção ao minimalismo).
    Desejo todo sucesso e adorei saber que poderei acompanhar. Beijo nos dois!

    1. Oi, Tchello Boy! Eu que fico muito feliz com esse apoio e essa energia. A nossa saída do Rio foi muito corrida e não conseguimos nos despedir devidamente. Depois te conto melhor. Obrigada e beijo nos três

    1. Sim, faz parte. Depois me diz se deu certo e se gostou. Estou usando também com água como limpador multiuso e tacando em tudo que é lugar sem medo. Adorei

  3. Parabéns Mel pela coragem de mudar o rumo da sua vida. Ainda bem que nos reencontramos depois de tantos anos e agora posso compartilhar, através desta página, sua linda aventura em Pipa. Que Deus abençoe seu recomeço! Bjs…

    1. Obrigada, Ana Paula! Pena que o reencontro não aconteceu pessoalmente, falha minha. Mas de um jeito ou de outro manteremos contato. 😘

  4. Hahahahahahahahaha… Eu tô rindo mas é de nervoso com essa história da aranha! Tenho pavor! Kkkkk
    Que começo, heim? Mas assim que é bom! Primeiro vem a tempestade e depois a calmaria. Boa sorte na busca pelo canto ideal de vocês. 😘

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *